Mineira é encontrada morta em apartamento na Irlanda e ex-namorado é suspeito

Bruna Fonseca, de 28 anos, vivia no país há menos de um ano; o ex dela, de 29, está detido no país Um casal de brasileiros estampou as...

1032

Bruna Fonseca, de 28 anos, vivia no país há menos de um ano; o ex dela, de 29, está detido no país

Um casal de brasileiros estampou as páginas policiais dos jornais irlandeses no primeiro dia do ano depois que uma jovem de Formiga, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, foi vítima de feminicídio na cidade de Cork. O principal suspeito do crime é o seu ex-namorado, de 29 anos, também nascido na cidade mineira. Bruna Fonseca, de 28, foi encontrada morta em um apartamento na manhã do último domingo (1º).

Conforme a publicação local Irish Examiner, a vítima estava vivendo no país europeu há menos de um ano e trabalhava como faxineira em um hospital da cidade. Bruna era uma bibliotecária formada no Centro Universitário de Formiga (Unifor).

Os serviços de emergência foram acionados por volta de 6h30 ao imóvel e encontraram o suspeito na porta. Após tentativas de ressucitá-la, a morte acabou confirmada e o ex-namorado dela foi detido e conduzido para uma unidade policial.

Ainda conforme a publicação do país, detalhes não foram divulgados pela polícia. Entretanto, como o apartamento alugado por Bruna estava próximo ao centro da cidade de Cork, há vários estabelecimentos comerciais com câmeras e as imagens poderão ajudar na elucidação do crime.

A polícia local também divulgou números de telefone para que a população possa ajudar com informações sobre os últimos passos da mineira.

Ciúmes pode ter motivado o crime

Informações obtidas por O TEMPO indicam que os jovens se mudaram para a Irlanda após terminarem o relacionamento que mantiveram por pelo menos quatro anos quando viviam no Brasil.

“O que soubemos foi que ele viu ela em uma festa de Ano Novo, com outro homem e ligou para ela falando que estava passando mal. Ela acabou o ajudando e levou para a casa dela, onde ele a estrangulou”, contou o morador da cidade que preferiu não ser identificado.

Nas redes sociais, moradores de Formiga e da Irlanda repercurtiram a morte da jovem e desejaram força aos seus familiares. “É tão triste o que está acontecendo com os humanos. Ao invés de progredir, estamos a recuar para tempos sombrios. Descanse em paz, mais um anjo que vai nos iluminar”, escreveu uma irlandesa no perfil de Bruna nas redes sociais.

“Espero que este homem pague pelo que te causou. Lamentável isso. Estamos muito tristes”, escreveu uma mineira. “Uma criança ainda, com um mundo pela frente. Mais um feminicídio, até quando veremos isso?”, comentou outra brasileira.

Fonte: Otempo.com.br