Monlevade Solidária inicia campanha de arrecadação de alimentos para famílias em vulnerabilidade social

O Monlevade Solidária, grupo formado por mais de 20 entidades que se uniram para arrecadar alimentos durante a fase mais crítica da pandemia da Covid-19, inicia, a partir...

22

O Monlevade Solidária, grupo formado por mais de 20 entidades que se uniram para arrecadar alimentos durante a fase mais crítica da pandemia da Covid-19, inicia, a partir desta sexta-feira (5), a segunda edição da campanha para coleta de alimentos não perecíveis. A mobilização da organização da sociedade civil será destinada às famílias em vulnerabilidade social cadastradas pela Prefeitura de João Monlevade, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social juntamente com as entidades.

Segundo a secretária municipal de Assistência Social, Marinete Morais, a parceria com o Monlevade Solidária iniciada em 2021, foi uma grande aliança para garantir comida na mesa dessas famílias. “Reconhecemos que as parcerias estabelecidas, as entidades sociais e voluntários em geral vêm realizando um trabalho com muito zelo e compromisso com a população de João Monlevade”, afirma.Ela destaca que o empenho dessas entidades, junto às empresas do município,conseguiu arrecadar mais de quatro mil cestas básicas na edição anterior da campanha.

A responsável pela pasta comenta que os casos que chegam na Secretaria Municipal de Assistência Social com pedidos de alimentos têm sido acolhidos pela pasta. “Não podemos somente dar uma cesta básica, precisamos acompanhar e acolher essas famílias”, explica. Ela lembra que o núcleo da Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP) continuará sendo o local para montagem e distribuição dos mantimentos às entidades que integram o Monlevade Solidária.

Locais:Os donativos podem ser entregues nos seguintes postos de coleta: Associação Regional de Promoção e Ação Social (Arpas), localizada na rua Padre Hildebrando de Freitas, 135, Vila Tanque; na Sociedade São Vicente de Paulo, avenida Getúlio Vargas, 4232, sala 101, Carneirinhos; na Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Carneirinhos);na Universidade Federal de Ouro Preto -Ufop (Loanda); na Universidade Estadual de Minas Gerais – Uemg  (Baú), na rede de Supermercados Fraga  (Loanda e Cruzeiro Celeste) e também na empresa Steel Log  (Santo Hipólito).

O que doar: As pessoas que desejarem ajudar podem levar para os postos de coletas um ou mais itens que compõem a cesta básica como arroz, feijão, óleo, leite, açúcar, trigo, pó de café ou outro item que queira doar para as crianças como, por exemplo, biscoitos.