Prefeitura firma parceria para que 70 jovens de baixa renda estudem de graça na escola do Sebrae

Convênio trará ao município o Núcleo de Empreendedorismo Juvenil do Sebrae Minas. Os jovens selecionados terão acesso à formação técnica gratuita em Administração com ênfase em Gestão de...

166

Convênio trará ao município o Núcleo de Empreendedorismo Juvenil do Sebrae Minas. Os jovens selecionados terão acesso à formação técnica gratuita em Administração com ênfase em Gestão de Negócios

Setenta jovens itabiranos de baixa renda e que tenham cursado toda vida escolar na rede pública terão oportunidade de estudar gratuitamente na escola do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/Minas Gerais). A parceria trará ao município o Núcleo de Empreendedorismo Juvenil (NEJ), que dará aos jovens selecionados acesso à formação técnica gratuita em Administração com ênfase em Gestão de Negócios.

A iniciativa está prevista no Termo de Fomento 003/2022, publicado nessa quarta-feira (26) pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTITI). Para garantir o acesso gratuito aos jovens, a Prefeitura vai investir R$ 640,9 mil. Em contrapartida, a Fundação Itabirana Difusora de Ensino (Fide), que gerencia a escola do Sebrae, aplicará R$ 32,2 mil.

O programa é voltado para jovens com idades entre 16 e 24 anos. Os 70 jovens serão divididos em duas turmas com 35 alunos, cada. Para participar do programa, os interessados podem já ter concluído ou estar cursando o terceiro ano do Ensino Médio em escolas públicas de Itabira.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Breno Carvalho Lage Pires, explica que o NEJ busca transformar os jovens em cidadãos empreendedores preparados para os desafios do mercado de trabalho. Durante um ano, esses estudantes vivenciarão uma metodologia inovadora que alia teoria e prática. Além das disciplinas básicas de Administração, o curso oferecerá projetos de Empreendedorismo e Gestão, como o “Tutoria”, “Empresa Simulada” e “Vitrine”. São três módulos que proporcionarão ao aluno um ensino que vai desde o primeiro contato com o mundo dos negócios até o planejamento do seu primeiro projeto ou negócio real.

“A implantação do NEJ em Itabira acontece após nossa busca em proporcionar aos jovens das escolas públicas e com baixa renda mais oportunidades, conhecimento, informação e acesso a uma formação empreendedora a fim de guiar suas carreiras, seja empreendendo ou no emprego. Vamos oportunizar a esses jovens a experiência empreendedora. Isso, com certeza, trará bons frutos para eles e para Itabira”, explicou Breno Pires.

Para o prefeito Marco Antônio Lage, a parceria mostra a disposição da Prefeitura de acolher e amparar todas as camadas sociais. “Sempre falamos em desenvolvimento econômico atrelado ao desenvolvimento social. A cidade justa e sustentável se faz por meio de pessoas. A nossa gestão tem essa preocupação de proporcionar aos mais pobres as oportunidades que eles nunca tiveram. Essa parceria é mais uma porta que abrimos. Setenta jovens terão a chance de experimentar uma metodologia inovadora e, a partir daí, ter mais condições de transformar a realidade em que vivem”, diz o prefeito.

O processo seletivo será realizado pelo NEJ, com acompanhamento da Prefeitura, que garantirá acesso aos cadastros de pessoas de baixa renda no município. Os detalhes burocráticos estão sendo resolvidos para que o edital seja colocado na praça o mais rápido possível. A intenção é de que as aulas tenham início ainda neste primeiro quadrimestre de 2022.

O NEJ

Criado em 2010 pelo Sebrae, o Núcleo de Empreendedorismo Juvenil (NEJ) já formou mais de 1.700 alunos. A escola, anualmente, oferta cerca de 330 vagas e é sucesso em cidades como Belo Horizonte, Nova Lima e Betim. Após concluírem o curso, os jovens entram no mercado de trabalho preparados para lidar com os desafios e mais confiantes para transformar as ideias em negócios lucrativos.