Jornalista, se tornou a primeira pessoa a apresentar um telejornal com uma tatuagem no rosto.

A jornalista da Nova Zelândia, Oriini Kaipara, se tornou a primeira pessoa a apresentar um telejornal em horário nobre com uma tatuagem no rosto. Ela apresentou o boletim...

317
A jornalista da Nova Zelândia, Oriini Kaipara, se tornou a primeira pessoa a apresentar um telejornal em horário nobre com uma tatuagem no rosto. Ela apresentou o boletim de notícias das 18h da TVNZ com um moko kauae, uma tatuagem facial sagrada usada por mulheres Maori.
Para as mulheres maori, o moko kauae é um rito de passagem, marcando a passagem entre a menina e a idade adulta e simbolizando a transformação.
Kaipara fez a tatuagem em 2019 ao descobrir, por um teste de DNA, que seu sangue era 100% maori. Neste mesmo ano, com a recente tatuagem, ela apresentou notícias ao meio dia. Em horário nobre, contudo, esta foi a primeira vez.
A jornalista é descendente de Tūhoe, Ngāti Awa, Tūwharetoa e Ngāti Rangitihi iwis e contoy que a sua presença nas notícias do horário nobre pode inspirar outras pessoas a abraçar sua cultura.
“Estou bem ciente de que sou a primeira [com moko kauae] a apresentar um boletim informativo no horário nobre às 18h. Isso sempre está em minha mente, que cada passo que dou é como quebrar um teto de vidro. Isso está abrindo novos caminhos para nós, como Maori, mas também para as pessoas de cor. Se você tem um moko kauae ou não”, disse Oriini.
Ela já recebeu diversos comentários positivos dos espectadores. Muitos se sentiram representados ao vê-la usando e pronunciando corretamente palavras e nomes de lugares em Maori.