“Festival coloca Itabira no cenário literário internacional”, diz prefeito na abertura do Flitabira

O primeiro Festival Literário Internacional de Itabira celebra a obra de Carlos Drummond de Andrade com uma programação diferenciada de forma híbrida A primeira edição do Festival Internacional...

125

O primeiro Festival Literário Internacional de Itabira celebra a obra de Carlos Drummond de Andrade com uma programação diferenciada de forma híbrida

A primeira edição do Festival Internacional Literário de Itabira (Flitabira) foi aberta nesta quinta-feira (27), na praça do Centenário. Com programação presencial e online, o evento apoiado pela Prefeitura segue até o dia 31 de outubro, quando será celebrado o aniversário de 119 anos do poeta Carlos Drummond de Andrade. O Flitabira também abre a contagem regressiva para os 120 anos do Poeta Maior, em 2022, e, segundo o prefeito Marco Antônio Lage, “coloca Itabira definitivamente na rota do cenário literário internacional”.

A abertura teve desfile de marujadas de Itabira e apresentação da companhia de dança Primeiro Ato, de Belo Horizonte. Também foram exibidas entrevistas mediadas pelo produtor cultural Afonso Borges, idealizador do Festival. A estrutura com palcos, área gourmet e biblioteca recebeu bom público. Todos os visitantes tiveram de apresentar cartão de vacinação contra a Covid-19.

O prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage, parabenizou a estrutura e organização do evento e destacou a grandeza do festival. “O Flitabira coloca a cidade no cenário literário internacional e vai se tornar um dos eventos mais importantes da América Latina. A partir de agora e do próximo ano, escritores internacionais virão para Itabira e os escritores da cidade terão a oportunidade de lançar os seus livros, mostrar sua arte a partir de Itabira e daqui para o mundo”, disse o prefeito.

Para o idealizador do evento, o jornalista Afonso Borges, Itabira é a cidade mais literária do país. Primeiro por ser a terra natal de Drummond e depois pela forma como o próprio poeta falou da cidade em toda a sua obra. “Desde a década de 1920, quando Drummond foi trabalhar na Imprensa Oficial, em Belo Horizonte, e começou a escrever as primeiras crônicas, até morrer, ele citou Itabira como uma cidadee referência, de onde surgiu sua veia poética. A cidade também que ficou de lembrança, esperança e saudade durante toda a sua vida”, afirmou o jornalista.

Com patrocínio do Instituto Cultural Vale, o Fliitabira é concilia atividades digitais e presenciais, com 24 horas de programação e transmissão pelo youtube. Na vasta programação estão incluídos mesas de debates virtuais, com escritores nacionais e internacionais, ações locais com programação infantil, lançamentos literários de autores da cidade, shows musicais e livraria de rua. “O objetivo é tocar os corações das pessoas que estão aqui, dissiminar curltura, valorizar o protagonismo dos artistas e da cena cultural local”, garante Afonso Borges.

O tema central do Flitabira é a “Pedra e o sino” numa alusão ao poema de Carlos Drummond de Andrade escrito no Século XX. Por isso mesmo, a abertura ainda teve um concerto no Sino Elias, na Catedral Nossa Senhora do Rosário, executado pelos mestres sineiros Nilson e José dos Santos.

O superintendente da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, Marcos Alcântara, falou da importância do evento para o desenvolvimento do turismo local e como um aporte para o crescimento econômico de Itabira. “O Flitabira representa um símbolo, um marco de um novo olhar para a cidade da poesia, para a cidade que queremos construir por várias mãos. A iniciativa vai dar a Itabira a magnitude que a cidade tanto sonhou para o desenvolvimento da cultura, do turismo cultural, trazendo uma nova vertente para a diversificação econômica do município”, disse o gestor cultural

Expectativa para 2022

Enquanto ainda desfruta da primeira edição, a Prefeitura de Itabira e a organização do Flitabira já estão preparando um grande evento para o próximo ano. Durante a abertura nessa quinta-feira, o prefeito Marco Antônio Lage anunciou uma novidade para a segunda edição do Flitabira. “Ano que vem será comemorado aqui no Flitabira os 120 anos de Drummond e os 100 anos do escritor português José Saramago. A atração já está definida e tem o apoio da viúva de Saramago que estará em Itabira para prestigiar o evento”, contou. “Nossa cidade volta a respirar cultura, que está entranhada em nossos corações, em nossa cidade, em nossa terra”, finalizou.

Selo evento seguro

O evento segue os protocolos sanitários que garantem a segurança do público diante do cenário da pandemia da Covid-19 e ainda apresenta o Selo Evento Seguro do Governo do Estado de Minas Gerais. A entrada é gratuita. Basta apresentar cartão de vacinação de Covid. Crianças não vacinadas podem comparecer, seguindo o protocolo de uso de máscaras.