Fundação Vale lança Projeto Fazer Ciências em Itabira

Uma das atividades formativas do projeto foi o webinário para mais de 400 educadores da rede municipal Em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Itabira e...

53

Uma das atividades formativas do projeto foi o webinário para mais de 400 educadores da rede municipal

Em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Itabira e a Comunidade Educativa CEDAC, a Fundação Vale inicia na cidade o Projeto Fazer Ciências. O objetivo é organizar novas formas de ensinar e aprender Ciências e Matemática, permitindo que os estudantes possam ser protagonistas de suas aprendizagens, em um processo pautado pela investigação e resolução de problemas. Para isso, a iniciativa prevê a formação dos professores do Ensino Fundamental da rede municipal e demais profissionais, como a equipe da Secretaria Municipal de Educação, diretores escolares, coordenadores pedagógicos e especialistas.

Como um marco das atividades formativas iniciais, nesta quinta-feira (9) foi realizado um webinário com a participação de mais de 400 educadores de Itabira. Com o tema “Outros tempos, outras possibilidades”, o evento levantou reflexões sobre os desafios da educação neste período pandêmico, as transformações no mundo e as possibilidades de atuação profissional na escola para a formação integral dos estudantes, com qualidade e equidade, a partir do ensino de Ciências e Matemática. A discussão foi conduzida pela diretora presidente da Comunidade Educativa CEDAC, Tereza Perez, e pelo editor científico da ZOOM Education for Life e coordenador pedagógico de Ciências do projeto Fazer Ciências. Vinícius Signorelli.

As formações seguem ao longo de 2021 e do próximo ano. Também está prevista a disponibilização de materiais e recursos didáticos para as escolas da rede municipal que atendem o Ensino Fundamental, colaborando com o desenvolvimento de práticas investigativas e projetos inovadores junto aos estudantes.

“Este é um tempo de muitos desafios, em que precisamos ressignificar a educação e experimentar novas formas de ensino. Uma escola forte é construída com profissionais qualificados e com um ambiente acolhedor e estimulante à troca de saberes. Por isso, recebemos com alegria esse novo projeto”, afirma a secretária de Educação de Itabira, Luziene Lage.

A gerente de territórios da Fundação Vale, Lívia Zandonadi, ressalta que o Fazer Ciências vem sendo construído de forma compartilhada e a partir de um diagnóstico realizado junto às escolas, educadores e alunos. “Acreditamos nos processos colaborativos e na cooperação técnica para o fortalecimento das políticas públicas na educação. Este projeto é resultado disso, dessa união de esforços e da troca de experiências e aprendizados”.