Prefeitura entrega Cartão Cesta Cidadã a 400 famílias em vulnerabilidade social

Na próxima quarta-feira (1), os cartões serão carregados para serem utilizados nos supermercados conveniados da cidade, contribuindo com o aquecimento da economia local A Prefeitura de João Monlevade, por...

76

Na próxima quarta-feira (1), os cartões serão carregados para serem utilizados nos supermercados conveniados da cidade, contribuindo com o aquecimento da economia local

A Prefeitura de João Monlevade, por meio da Secretaria de Assistência Social, promoveu neste mês de agosto, a entrega do “Cartão Cesta Cidadã” a 400 famílias. A ação da Prefeitura vai beneficiar famílias que se enquadraram nos critérios de vulnerabilidade social no município. O valor inicial é de R$100 concedido para aquisição exclusiva de gêneros alimentícios, material de higiene e limpeza.
Segundo a secretária de Assistência Social, Marinete Morais, a liberação do crédito para os 400 beneficiários é um passo importante para auxiliar aos que mais precisam neste momento.
Além de apoio às famílias, todos os meses estarão sendo injetados na economia do município, R$ 40 mil inicialmente, sendo que este recurso provém da administração municipal e parte do Governo Estadual.

O cartão de transferência de renda é um dos projetos que integram as propostas de governo da atual administração e também umas das primeiras ações do Plano Emergencial no enfrentamento da pandemia.
Segundo o prefeito de João Monlevade, Dr. Laércio Ribeiro (PT), esse é o primeiro passo para um projeto ainda maior para a transferência de renda. “Com o agravamento da pandemia da Covid-19, temos que cuidar das famílias que mais necessitam”, afirma.  O vice-prefeito, Fabrício Lopes (Avante), também destaca a importância do cartão Cesta Cidadã. Ele explica que a luta da administração é para que ninguém passe fome no município. “Estamos avançando e principalmente dando segurança para as famílias em vulnerabilidade social de nosso município”, comenta.

Autonomia para escolher  – Mais que uma cesta básica, o Cartão oferece autonomia de escolha na aquisição dos produtos, podendo a família adquirir o que mais necessita naquele momento. Destaca-se também no cadastramento o índice da participação feminina no “Cartão Cesta Cidadã” que chega a 97%, segundo dados da Secretaria Municipal de Assistência, muito parecido com o Programa Bolsa Família do Governo Federal.
É o caso da dona de casa Claudiana Alves da Paixão, 49, que explica que o cartão veio na hora certa. “Estou achando muito bom para comprar outros alimentos que não sejam somente o que vinha na cesta básica, como leite e principalmente algumas frutas para as crianças”, comenta. Para Ana Lúcia Pereira, 54, vai ser muito melhor escolher o que precisa em casa. “Só tenho que agradecer por essa ideia”, disse.