Itaurb fecha acordo para reintegrar 90 rondantes demitidos em 2019

Nesta sexta-feira (6), o diretor-presidente da Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb), Danilo Alvarenga, e o assessor jurídico Alexander dos Reis Elias participaram da última audiência online –...

210

Nesta sexta-feira (6), o diretor-presidente da Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb), Danilo Alvarenga, e o assessor jurídico Alexander dos Reis Elias participaram da última audiência online – da fase de mediação – do Centro de Conciliação e Justiça do Tribunal Regional do Trabalho (Cejusc) para concluir o processo de reintegração dos rondantes demitidos em 2019.

Após dois meses de tratativas, a Itaurb e os representantes dos trabalhadores definiram parâmetros e objetivos que serão aplicados, individualmente, nos processos. Em seguida, novas audiências de conciliação serão determinadas pelo Cejusc.

Na mediação de hoje, foi definida a reintegração para os rondantes que aderirem ao acordo. Os trabalhadores, em princípio 90, receberão valores já definidos conforme média apurada pelos procuradores e a empresa terá dois meses, após a homologação do acordo, para efetivar o retorno dos funcionários, que terão ainda 24 meses de estabilidade ao emprego.

Houve, aproximadamente, 50% de redução do passivo trabalhista, bem como parcelamento da dívida em até 24 vezes. É importante ressaltar que os rondantes que optaram em não aderir ao acordo, o processo seguirá seu trâmite normal.

Para o prefeito Marco Antônio Lage, o resultado do acordo é motivo de celebração. O chefe do Executivo destacou o compromisso assumido com os rondantes demitidos e comemorou a novidade. “Hoje, de maneira formal, junto à Justiça do Trabalho, confirmamos que eles estarão retornando à Itaurb nos próximos meses. O processo de reintegração nos alegra muito porque estamos dando de novo a dignidade a esses trabalhadores e tantas famílias”, comentou o prefeito.

Marco Antônio ainda pontuou que a reintegração, além do aspecto social, também contribuirá para o processo de reerguimento da Itaurb. “Contamos com eles para este processo de recuperação da Itaurb que já começou desde o início do nosso mandato. Eles se juntam agora a tantos outros profissionais que estão aqui lutando conosco para salvar a empresa e garantir à comunidade de Itabira uma limpeza urbana, uma zeladoria da cidade, que a Itaurb faz muito bem e com qualidade. Então, aos rondantes da Itaurb que estão voltando ao trabalho, boas vindas”, completou.

Os 90 rondantes reintegrados após acordo judicial na Justiça do Trabalho se juntam aos 43 que já haviam aceitado as propostas da Itaurb e já estão em atividade na empresa pública.