Minas vai liberar vacina de gripe para toda a população a partir do dia 9 julho

Por causa da baixa adesão à campanha, Ministério da Saúde recomendou que os municípios imunizem contra a influenza pessoas com mais de seis meses   O Governo de...

195

Por causa da baixa adesão à campanha, Ministério da Saúde recomendou que os municípios imunizem contra a influenza pessoas com mais de seis meses

 

O Governo de Minas informou que vai liberar a vacinação contra a gripe para todos os moradores, inclusive os que não estão contemplados na campanha de imunização, a partir da próxima sexta-feira (9). A ampliação segue recomendação do Ministério da Saúde, que sugeriu que os municípios vacinem contra a influenza pessoas com mais de seis meses.

Até então, as doses estavam sendo aplicadas em pessoas de grupos prioritários. No entanto, a adesão à campanha está abaixo do esperado. Em Minas, conforme a Secretaria Estadual de Saúde (SES), apenas 59,8% dos trabalhadores da saúde, 62% das gestantes, 65,6% dos idosos, 73,8% das puérperas e 75,4% das crianças compareceram aos postos de vacinação para garantir a imunização.

Mas a meta preconizada pelo Ministério da Saúde é uma cobertura de 90%. No Estado, apenas a população indígena, com 89,8% de adesão, se aproximou do número estipulado pelo Governo Federal. Por isso, a campanha será estendida para os demais moradores nos próximos dias.

“A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informa que foi comunicada, pelo Ministério da Saúde, sobre a ampliação da oferta da vacina para a população em geral e a partir de 6 meses de idade, na Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza 2021, a partir do dia 9 de julho”, informou a pasta.

As doses serão aplicadas enquanto durarem os estoques de vacina nos municípios, ressaltou a SES. Conforme especialistas, a vacinação contra a gripe é importante para evitar complicações, hospitalizações e óbitos em decorrência da influenza.

Vale lembrar que quem receber a dose do imunizante deve esperar no mínimo 14 dias para tomar a vacina contra a Covid.

Situação em BH

A prefeitura de BH informou que ainda não foi oficialmente comunicada pelo Ministério da Saúde sobre a ampliação da campanha de vacinação contra a gripe para os demais grupos. Na capital, até o dia 29 de junho, a cobertura vacinal contra a gripe atingiu 47,5% de todos os grupos contemplados nas três etapas da campanha, que totalizam cerca de 1,120 milhão de pessoas.

O público contemplado que ainda não compareceu aos locais de vacinação pode se imunizar, além dos postos de saúde, na Droga Clara e Drogaria Araujo. “Nas drogarias são distribuídas senhas, sendo uma por usuário. O horário é das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados o horário será das 8h às 12h”, destacou o executivo.