Valorização: prefeito Marco Antônio Lage anuncia reajuste para servidores municipais

O reajuste será de 5,45% e já deve estar disponível na folha de pagamento de junho   O prefeito Marco Antônio Lage e uma comissão de secretários estiveram...

239

O reajuste será de 5,45% e já deve estar disponível na folha de pagamento de junho

 

O prefeito Marco Antônio Lage e uma comissão de secretários estiveram em reunião com representantes do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (Sintsepmi), na noite desta terça-feira (18), para discussão do acordo coletivo da categoria referente ao ano de 2021. Após uma rápida negociação, ficou acordado um reajuste salarial, com base na inflação do período. A majoração foi medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e ficará em 5,45%, mesmo índice que será aplicado ao cartão-alimentação.

A intenção do governo municipal é de que o reajuste salarial já esteja disponível na folha de pagamento referente ao mês de junho, mas o procedimento depende de aprovação na Câmara Municipal de Itabira. O projeto já será enviado para o Legislativo na próxima semana.

Marco Antônio Lage comemorou o acordo e destacou a boa relação nas discussões. O prefeito defende que o sucesso da administração passa pela satisfação e engajamento dos servidores e que isso se conquista com valorização e bom ambiente de trabalho. ”Ainda durante a campanha a gente falou muito em valorização do servidor. Agora, a velocidade com que este acordo foi fechado demonstra que não ficaremos apenas no discurso, mas que estamos de verdade alinhados com o bem-estar do funcionalismo”, afirmou o prefeito.

As discussões não param com o reajuste. Ainda durante a reunião dessa terça-feira, o prefeito determinou que seja avaliado o impacto no caixa da Prefeitura para que o funcionalismo público receba ainda este ano um mês de férias-prêmio, benefício que está acumulado há cerca de seis anos. “Desde 2015 a Prefeitura consta férias-prêmio acumulada. Então, a Secretaria de Planejamento (Seplag) está fazendo um estudo para saber o quantitativo e levantar o impacto financeiro para que o prefeito faça a autorização do pagamento”, explicou a secretária municipal de Planejamento e Gestão, Patrícia Alves Guerra.

Ainda segundo a secretária, o impacto financeiro com o reajuste será na casa dos R$ 8 milhões.  “O prefeito deu ordem de priorizar este orçamento para a valorização do servidor”, acrescentou Patrícia Guerra.

Além do reajuste salarial, o aumento do cartão-alimentação e o estudo para o pagamento de um mês de férias-prêmio, Marco Antônio também adiantou ao sindicato que o governo prepara um programa de capacitação para o funcionalismo, além da revisão do Plano de Cargos e Salários.