Hospitais do Vale do Aço receberão ajuda extra de mais de R$ 600 mil contra a Covid-19

Os hospitais Márcio Cunha, em Ipatinga, José Maria de Morais, em Coronel Fabriciano, e Vital Brazil, em Timóteo, receberão uma ajuda extra no valor de R$ 627.203,00 para...

212

Os hospitais Márcio Cunha, em Ipatinga, José Maria de Morais, em Coronel Fabriciano, e Vital Brazil, em Timóteo, receberão uma ajuda extra no valor de R$ 627.203,00 para o enfrentamento contra a pandemia da Covid-19. Os recursos são provenientes de emendas parlamentares, indicados pela deputada estadual Rosângela Reis (Podemos).

O investimento faz parte dos recursos impositivos para o ano de 2021, ou seja, de cumprimento obrigatório pelo Governo de Minas. O Hospital Márcio Cunha será contemplado com R$ 273.055,00. Já o Vital Brazil com R$ 154.148,00. E o José Maria de Morais receberá mais R$ 200 mil.

Além disso, a deputada Rosângela Reis também articula a destinação de parte dos R$ 33 milhões que a Assembleia Legislativa de Minas Gerais destinará, como recursos extras, para hospitais em todo o Estado.

“Eu recebo ligações de prefeitos pedindo socorro nas redes de Saúde dos municípios, pedindo mais leitos, insumos, equipamentos, e muito mais em função da pressão que a pandemia causou sobre a rede hospitalar. Por isso, fiz questão de destinar recursos para onde mais precisa, que é a área da saúde e hospitais”, afirmou Rosângela Reis.

Para 2021, mais da metade dos recursos de emendas impositivas foram indicadas para a Saúde. São R$ 4,2 milhões para a área considerada mais prioritária neste momento. Os valores se somam aos R$ 10,2 milhões destinados nos anos de 2019 e 2020.

No ano passado, mais da metade das emendas parlamentares impositivas e extra de 2020 foram destinadas para a área da Saúde. Foram R$ 5,4 milhões em recursos pagos para os municípios do Leste de Minas, sendo R$ 3,3 milhões para o Samu Regional.

Conquista por mais vacinas

Atendendo um pedido do prefeito Gustavo Nunes, a deputada Rosângela Reis também intermediou uma reunião entre o gestor municipal e o Secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Fábio Bacchereti. A solicitação é por mais vacinas para o município, que enfrenta forte alta da contaminação, internação hospitalar, além de receber muitos pacientes graves da Covid-19 de outras cidades da região.

O secretário assegurou mais doses para Ipatinga, ao anunciar que há um excedente de 5% das vacinas do Estado que serão destinados para municípios que vacinarem mais rápido seus cidadãos. Dessa forma, Ipatinga passará a receber mais doses extras do que o previsto.