Desenvolvimento Econômico: Prefeitura transfere áreas a empresas no Distrito Industrial

Três empresas receberam a transferência definitiva dos imóveis após cumprirem plano de trabalho proposto ao município A Prefeitura por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação...

89

Três empresas receberam a transferência definitiva dos imóveis após cumprirem plano de trabalho proposto ao município

A Prefeitura por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT) realizou nesta quarta-feira (15) o ato de transferência definitiva de áreas públicas a três empresas. Tal ação tem como objetivo fomentar um mercado competitivo no município, estruturar a diversificação econômica, além de gerar empregos.

Segundo a legislação aprovada pela Câmara Municipal, o Poder Executivo foi autorizado a transferir a empresa Rubberbras LTDA para o lote na rua Cromita, a Fermag Ferritas Magnéticas Ltda para a Avenida Hematita e a Petromul Indústria e Comércio Ltda também na rua Hematita, todos no Distrito Industrial.

A transferência da propriedade deu-se a partir do cumprimento do plano de trabalho proposto pelas empresas ao município há 15 anos. A partir de agora torna-se obrigatório a permanência das atividades já exercidas pelas empresas no Distrito Industrial no período de no mínimo 10 anos, sob pena de reversão dos imóveis ao patrimônio do município.

Representantes das empresas estiveram no gabinete do prefeito Marco Antônio Lage para assinar o termo de cessão. Ambos agradeceram a oportunidade e reconheceram o quão significativo o ato é para a consolidação da indústria no município. Estiveram presentes o Arnaldo Batista Ribeiro e Robert Flores Carvalho, pela Fermag, Pedro Gomes, pela Petromul, e Lucas Ribeiro e Rodrigo Pimentel, pela Rubberbras, além do vereador Bernardo Rosa.

Para o prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage, as empresas locais e de fora, quando possuem incentivo do poder público, estabelecem uma relação saudável com a cidade. Segundo ele, as empresas se sobressaem com muita ética, muito trabalho e, claro, com políticas públicas que ajudam a desenvolvê-las em várias áreas.

“Sabemos que um distrito industrial ainda é muito pouco e queremos sempre mais. Queremos empresas cada vez mais competitivas, que nos ajudem na diversificação econômica e tenham força para cumprir os objetivos propostos”, destacou o Marco Antônio Lage.

O secretário da SMDECTIT, Carlos Eugênio, também participou do encontro e ressaltou que o momento é histórico para o desenvolvimento de Itabira. “Infelizmente, há empresas que receberam a cessão de terrenos para os primeiros 15 anos e não cumpriram com o que deveria e acaba que tivemos que pedir de volta. Os negócios que estão aqui hoje são encorajadores para que os outros possam vir para contribuir com o Distrito Industrial. Queremos incentivar aqueles que realmente produzem para começar o novo ciclo de realmente fazer daqui um polo para a indústria”, reiterou o secretário.