Grupo de Gestão de Riscos traça planejamento para novo período de chuvas

Formado por representantes de diversas secretarias municipais, autarquias, empresas e órgãos de segurança, o Grupo de Gestão Integrada de Riscos e Desastres (GGIRD) oferece, por meio de operações...

49

Formado por representantes de diversas secretarias municipais, autarquias, empresas e órgãos de segurança, o Grupo de Gestão Integrada de Riscos e Desastres (GGIRD) oferece, por meio de operações conjuntas, respostas rápidas às situações críticas enfrentadas pela comunidade durante o período chuvoso

O Grupo de Gestão Integrada de Riscos e Desastres (GGIRD) se reuniu na tarde desta quarta-feira (13) para traçar um planejamento de ações conjuntas e se precaver às possíveis ocorrências que poderão ocorrer no período chuvoso. O prefeito Marco Antônio Lage participou do encontro de trabalho que aconteceu no auditório da Prefeitura de Itabira.

“O que queremos é nos precaver e estar com uma estrutura pronta para responder às demandas deste período mais crítico. E, a médio e longo prazo, diminuir os riscos para a população”, ressaltou o prefeito.

Formado no início deste ano, o GGIRD busca oferecer, por meio de operações conjuntas, respostas rápidas às situações críticas enfrentadas pela população durante as chuvas. O sistema é formado por representantes das secretarias municipais de Obras (SMO)/ Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita), Assistência Social (SMAS), Administração (SMA), Meio Ambiente (SMMA)/ Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), Gabinete do Prefeito (GP)/ Coordenadoria de Comunicação Social Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb). O GGIRD conta ainda com o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Vale e Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

“Essa é a primeira experiência nesse gênero aqui no município e é extremamente importante para todos nós. Precisamos nos preparar para prevenir determinadas situações e também para remediar. Contudo, os riscos devem ser previstos, identificados e analisados. Estamos falando sobre vidas humanas. E, como gestores públicos, temos que olhar para as pessoas e atendê-las de forma efetiva”, disse Marco Antônio Lage.

Na primeira reunião deste novo calendário, representantes das secretarias municipais comentaram sobre algumas ações que estão em andamento para evitar enchentes, como limpeza de galerias, bocas de lobo e das vias públicas, por exemplo. Também ficou definido que haverá um representante de cada setor em plantões nos fins de semana e feriados. As equipes estão de prontidão a partir desta sexta-feira (15) e seguem disponíveis até o final de março do ano que vem. Os plantões funcionarão sempre das 18h da sexta-feira às 8h de segunda-feira, com fechamento na reunião semanal do grupo.

“As demandas dos plantões serão encaminhadas no mesmo período, se emergenciais. As demandas não emergenciais serão encaminhadas e deverão ter resposta durante os dias úteis, com retorno na reunião de plantão”, explicou a coordenadora do Compdec, Nilma Maria Macieira de Castro. Ela ainda lembrou que a Defesa Civil não atua apenas nas situações de desastre, mas também como um apoio à comunidade que busca o auxílio dos órgãos públicos. “As ocorrências são recebidas pela Compdec, que registra e faz o encaminhamento aos participantes dos plantões, de acordo com as atribuições de cada um”, explicou.

O GGIRD teve atuação importante no desastre enfrentado pela cidade de Santa Maria de Itabira em março deste ano. Em caso de alagamentos, destelhamentos, deslizamentos de encostas e risco de desmoronamento de imóveis, por exemplo, a Defesa Civil deve ser acionada pelos telefones 3839-2147, 98294-6273 e 199 (plantão). A população também pode entrar em contato com o Corpo de Bombeiros pelo número 193.