Sacos de pão do Flitabira levam poesia de Drummond às mesas dos itabiranos

O Festival Literário Internacional de Itabira – Flitabira – realiza o projeto “Pão e Poesia”, que pretende envolver, progressivamente, a população da cidade no clima do Festival, que...

54

O Festival Literário Internacional de Itabira – Flitabira – realiza o projeto “Pão e Poesia”, que pretende envolver, progressivamente, a população da cidade no clima do Festival, que vai acontecer de 26 a 31 de outubro de 2021. Com a parceria das padarias de Itabira, os pães serão entregues às pessoas em sacos personalizados com poemas de Carlos Drummond de Andrade, escolhidos pelo neto do Poeta, Pedro Drummond. A partir de setembro, serão distribuídas, no total, 30 mil embalagens de um, três e cinco quilos. Cada pesagem e tamanho com os poemas  “Segredo”, “Estampas De Vila Rica” e “Rifoneiro Divino”, respectivamente.

De acordo com o jornalista Afonso Borges, idealizador e curador do Flitabira, a iniciativa, além de levar a literatura ao dia a dia dos itabiranos tem também a intenção de tornar o festival mais próximo da população, democratizando-o, ainda mais. “Queremos distribuir os poemas justamente para serem lidos nos momentos em que a família está reunida, à mesa. Às vezes, é ali, num período de descontração que temos um tempinho para ler um verso”, afirma Afonso Borges.

“Para o Instituto Cultural Vale, é uma alegria participar dessa iniciativa que aproxima a leitura de todos, fazendo um convite para sentarmos à mesa, compartilharmos poesias e fazermos novas descobertas”, destaca Christiana Saldanha, gerente do Instituto Cultural Vale.

Sobre o Flitabira

O Festival Literário Internacional de Itabira – Flitabira – vai acontecer entre os dias 26 e 31 de outubro de 2021. Esta é a primeira edição do evento que, desde o início do ano, vem promovendo ações de incentivo à leitura e à educação em Itabira. A mostra “Ocupação Dom Quixote, Portinari e Drummond”, inaugurada em julho, na praça do Areão, ficará em exibição até o dia 31 de outubro de 2021. Além disso, também estão em curso o Prêmio de Redação, voltado a alunos de escolas públicas e privadas de Itabira, e o programa Aulas Livres, do qual podem participar os professores da cidade.

O Flitabira é viabilizado com o patrocínio do Instituto Cultural Vale, com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo. O projeto conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Itabira, da Secretaria Municipal de Educação de Itabira e da Fundação Carlos Drummond de Andrade.

Confira, abaixo, os poemas de Carlos Drummond de Andrade que serão impressos nos sacos de pães de um, três e cinco quilos, respectivamente: 

Segredo

 A poesia é incomunicável.

Fique torto no seu canto.

Não ame.

 Ouço dizer que há tiroteio

ao alcance do nosso corpo.

É a revolução? o amor?

Não diga nada.

Tudo é possível, só eu impossível.

O mar transborda de peixes.

Há homens que andam no mar

como se andassem na rua.

Não conte.

 Suponha que um anjo de fogo

varresse a face da terra

e os homens sacrificados

pedissem perdão.

Não peça.

(do livro Brejo das almas)

Estampas de Vila Rica

IV: Hotel Toffolo

E vieram dizer-nos que não havia jantar.

Como se não houvesse outras fomes

e outros alimentos.

Como se a cidade não servisse o seu pão

de nuvens. 

Não, hoteleiro, nosso repasto é interior,

e só pretendemos a mesa.

Comeríamos a mesa, se no-lo ordenassem as Escrituras.

Tudo se come, tudo se comunica,

tudo, no coração, é ceia.

(do livro Claro Enigma)

Rifoneiro Divino

Responde, por favor: Deus é quem sabe?

Sabe Deus o que faz?

Deus dá o pão, não amassa a farinha?

Deus o dá, Deus o leva?

Pertence-lhe o futuro?

Deus te dá saúde? Deus ajuda

a quem cedo madruga?

Será que Deus não dorme?

E é Deus por todos, cada um por si?

Deus consente, mas nem sempre? Deus

perdoa, Deus castiga?

Deus me livra ou salva?

Deus vê o que o Diabo esconde?

De hora em hora Deus melhora?

Mas é se Deus quiser?

E Deus quer?

Deus está em nós? E nós,

responde, estamos nele?

 (do livro A paixão medida)