Prefeitura autoriza venda de alimentos prontos na Feira Livre de Itabira

Nesta sexta-feira (6), a Prefeitura de Itabira publicará no Diário Oficial um novo decreto alterando o funcionamento da Feira Livre no município. O Centro de Operações Emergenciais em Saúde de...

296

Nesta sexta-feira (6), a Prefeitura de Itabira publicará no Diário Oficial um novo decreto alterando o funcionamento da Feira Livre no município. O Centro de Operações Emergenciais em Saúde de Itabira (Coes) aprovou o retorno da venda de alimentos prontos, animais vivos e bebidas não alcoólicas. Não será permitido o consumo no local da feira e adjacências. A comercialização de bebidas alcoólicas também continua proibida, até que seja atingida uma cobertura vacinal maior da população.

“Desde a reabertura da feira em maio deste ano, grande parte dos clientes vem pedindo o retorno da venda de alimentos prontos. A Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA) e a Associação dos Feirantes solicitaram ao Coes essa autorização que foi prontamente atendida. Desta forma, a feira vai tomando corpo novamente, sem descuidar da prevenção à Covid-19. Os feirantes devem trabalhar dentro dos parâmetros de segurança exigidos pelo protocolo do Minas Consciente e de Segurança Alimentar e os consumidores poderão usufruir dos alimentos prontos em suas casas”, ressaltou o secretário responsável pela pasta, Mauro Lúcio Ferreira.

Com o Decreto Municipal 1.249/2021, será possível a venda de feijão-tropeiro, churrasco, bolinhos, entre outros alimentos prontos, além de bebidas não alcoólicas, como sucos de frutas, caldo de cana e água de coco, por exemplo. Eles poderão ser preparados na feira e deverão ser vendidos acondicionados em embalagens tipo marmitex fechadas. As bebidas devem ser armazenadas em garrafas plásticas lacradas.

Para acomodar todas as barracas e manter a distância de segurança de três metros entre elas, será adotada a organização em fileira dupla. As barracas de hortifrúti e artesanato ficarão agrupadas do lado direito da escada central e as barracas de alimentos, bebidas não alcoólicas e animais vivos serão instaladas do lado esquerdo.

Para a compra dos produtos, os clientes serão organizados em filas indianas separadas por barraca, mantendo-se a distância de um metro e meio entre cada um. O tempo máximo de compra por cliente continua limitado a 30 minutos. Não será permitida a oferta de mesas e cadeiras aos consumidores.

Também permanecerá o funcionamento da barraca para apoio e fiscalização no local, com a presença de servidores da SMAA, Diretoria de Fiscalização de Posturas, Diretoria de Vigilância Sanitária e Superintendência de Transportes e Trânsito (Transita). A temperatura do público será aferida nas três barreiras de acesso à feira. Serão obrigatórios o uso de máscara e a higienização das mãos com álcool 70%.

A Feira Livre de Itabira funciona aos sábados, das 7h às 14h, no Espaço Multiúso “Etelvino Avelar”- avenida Duque de Caxias, 560, bairro Esplanada da Estação.

Mudanças no transporte coletivo e nas autoescolas

Também será publicado nos próximos dias o Decreto Municipal 1.248/2021, permitindo até 25 passageiros em pé no transporte coletivo de passageiros, urbano e rural, respeitando-se a capacidade máxima de passageiros nos veículos. Outra mudança refere-se às autoescolas: serão autorizadas as aulas de legislação presenciais, nos horários entre 7h e 21h, com ocupação máxima de 50%. Até então, eram permitidas apenas aulas on-line.