Itabira adere oficialmente a programa anticorrupção da CGU

Prefeito Marco Antônio Lage assinou o termo de adesão ao programa Time Brasil, da Controladoria-Geral da União, na manhã desta segunda-feira (5), em Belo Horizonte Itabira integra oficialmente...

79

Prefeito Marco Antônio Lage assinou o termo de adesão ao programa Time Brasil, da Controladoria-Geral da União, na manhã desta segunda-feira (5), em Belo Horizonte

Itabira integra oficialmente o programa de combate à corrupção da Controladoria-Geral da União (CGU), o Time Brasil. O prefeito Marco Antônio Lage assinou o termo de adesão ao programa na manhã desta segunda-feira (5), na sede da CGU em Belo Horizonte. O chefe do Executivo esteve acompanhado pelo secretário municipal de Auditoria Interna e Controladoria, Maurício Guimarães Mendes, e pelo assessor de Gestão, Programas e Metas, Gabriel Quintão. Já a CGU foi representada pela superintendente Moisa de Andrade.

Na oportunidade, o prefeito itabirano reiterou o compromisso firmado em maio deste ano, quando assinou o protocolo de intenções para implementar as ações de integridade pública no município. “O programa da CGU é pela ética e transparência nos municípios de todo o país. Itabira é uma das primeiras cidades brasileiras e de Minas Gerais a aderir ao Time Brasil e em breve vamos lançar na cidade, junto com a CGU, um pacto pela transparência, envolvendo toda a sociedade civil organizada. Esta é uma premissa na nossa gestão: transparência e ética para governar com responsabilidade e utilizar bem os recursos públicos”, ressaltou Marco Lage.

O Time Brasil foi criado em 2019 pela CGU para auxiliar estados e municípios no aprimoramento da gestão pública e no fortalecimento do combate à corrupção por meio da valorização da transparência, integridade e participação social. Após a assinatura do protocolo de intenções, os trabalhos envolveram o preenchimento da Matriz TIP, com diagnóstico e autoavaliação de Itabira a partir da ação de servidores das secretarias municipais de Auditoria Interna e Controladoria (SMAIC), Administração (SMA), Planejamento e Gestão (Seplag), Fazenda (SMF) e Procuradoria-Geral do Município (PGM) para compor o grupo de trabalho para implantação do programa.

A partir disso, foi elaborado um plano de ação que será disponibilizado no site da CGU, oferecendo à população a oportunidade de conhecer as ações que serão executadas. As iniciativas contarão com apoio da CGU pelo período de dois anos em sua execução. Dentre as 853 cidades mineiras, apenas Itabira, Santa Luzia, Lagoa Santa e Governador Valadares foram convidadas a aderir ao projeto.

“Temos uma enorme oportunidade de implantar em Itabira os conceitos da integridade em sua totalidade. A CGU nos dará as ferramentas necessárias e é primordial a participação não só de todo corpo da Prefeitura, mas também da sociedade, que é a maior interessada e poderá acompanhar todas as ações. Ser uma das quatro cidades de Minas Gerais neste programa demonstra o quanto a atual gestão se preocupa com este tema e o quanto quer avançar na integridade e no bom trato com a coisa pública”, acrescentou o secretário de Auditoria Interna e Controladoria, Maurício Mendes.