Agricultura abre inscrições para a campanha de análise de solos

O agricultor interessado pode se inscrever até o dia 3 de agosto Para contribuir com produtores rurais e garantir mais produtividade no agronegócio, a Prefeitura de Itabira, por...

127

O agricultor interessado pode se inscrever até o dia 3 de agosto

Para contribuir com produtores rurais e garantir mais produtividade no agronegócio, a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA), iniciou as inscrições para a 2ª Campanha Municipal de Análise de Solos. O programa pretende popularizar a técnica, que permite a racionalização do uso de corretivos e fertilizantes, além de incentivar a prática coletiva e tornar a tecnologia cada vez mais utilizada pelos produtores do município. Interessados podem se cadastrar até 3 de agosto.

A iniciativa conta, ainda, com a parceria da Associação Comercial Industrial de Serviços e Agropecuária de Itabira (Acita), do Sindicato Rural de Itabira e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG).

Técnicos especializados serão responsáveis pela facilitação da recepção, envio do material a laboratórios credenciados e na interpretação das análises. A campanha visa incentivar a sensibilização sobre a importância desta tecnologia para alcançar melhores resultados nas atividade agrícolas e na pecuária. Os interessados receberão orientações para coleta, recolhimento do material e envio das amostras e as recomendações técnicas, conforme os resultados das análises.

Em um segundo momento, os produtores rurais poderão efetuar compras em conjunto de calcário e adubo, pela Central de Compras, onde poderão conseguir produtos de qualidade com preço bem abaixo do praticado no mercado.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Mauro Lúcio Ferreira, a campanha foi bem sucedida na última edição, com atendimento acima do previsto. Foram atendidos 24 produtores com 100 amostras de solo. “A expectativa é que em 2021 iremos atender cerca de 30% a mais de produtores. Espero que a adesão seja suficiente, que atenda a necessidade dos produtores com análise de solo bem-feita, com custo baixo e em tempo hábil”, diz o secretário.

As análises serão realizadas em laboratório credenciado, com preços e condições de envio acessíveis, visando uma correta recomendação para o uso de corretivos e fertilizantes, para a melhor utilização dos produtos, com aplicação de quantidades necessárias, de acordo com as diferentes culturas e solos.

Os produtores rurais interessados deverão buscar orientações na Secretaria de Agricultura e Abastecimento ou na Emater-MG. Mais informações podem ser consultadas pelos telefones: 3839-2260 (SMAA) ou 3831-3919 (Emater).