Prefeito discute fortalecimento da parceria entre IEF e Município

Propor o fortalecimento da parceria entre a Prefeitura de Itabira e o Instituto Estadual de Florestas (IEF) foi um dos objetivos da reunião ocorrida no Parque Estadual Mata...

15

Propor o fortalecimento da parceria entre a Prefeitura de Itabira e o Instituto Estadual de Florestas (IEF) foi um dos objetivos da reunião ocorrida no Parque Estadual Mata do Limoeiro, na manhã desta segunda-feira (8). O prefeito Marco Antônio Lage conversou com o gerente do parque, Alex Amaral, sobre as atividades desenvolvidas na unidade de conservação e a possibilidade de ampliá-las pensando no futuro de Itabira. O chefe do Executivo municipal também conheceu as exposições temáticas no segundo andar do prédio e, ao final da visita, foi convidado a plantar a muda de uma árvore típica da região conhecida como “Garapa”.

Também participaram do encontro a primeira-dama Raquell Guimarães; o assistente de Programas e Projetos, Geraldo Magela Pena Torres; o administrador distrital de Ipoema, Artur Henrique Matias Figueiredo; a coordenadora do Museu do Tropeiro, Tayane Campos; e o administrador das comunidades rurais, Reinaldo Linhares.

Alex Amaral apresentou dados sobre a criação e funcionamento do parque que possui mais de 2 mil hectares. Ele exibiu imagens das trilhas e cachoeiras que são atrativos turísticos naturais e enumerou atividades desenvolvidas pelo instituto envolvendo comunidades próximas e visitantes de outras cidades, como o Ecofolia, Trilha dos Sentidos, corrida “Volta Mata do Limoeiro”, entre outras. Também ressaltou que a fauna e a flora locais têm atraído a atenção de pesquisadores da Universidade Federal de Itajubá (Unifei) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), por exemplo.

Foi apresentado ainda o projeto que vai adequar a estrutura da sede do parque para tornar-se centro de treinamentos do IEF, com auditório para 120 pessoas e alojamento para 86 participantes. A verba para implantação do projeto provém de condicionantes minerárias da Vale – o valor estimado é de R$ 10 milhões. A estrutura poderá ser emprestada a outras instituições públicas e/ou privadas que tenham interesse em realizar eventos corporativos no local.

Os participantes do encontro também receberam publicações que serão lançadas pelo IEF em breve: o livro de fotografias “Olhares sobre o Parque Estadual Mata do Limoeiro” e o passaporte contendo quatro atrativos do parque e as sete maravilhas do entorno, escolhidos por meio de enquete entre empreendedores dos distritos de Ipoema e Senhora do Carmo, para distribuição aos turistas (carimbos serão registrados no passaporte à medida que os locais forem visitados).

“Estávamos muito ansiosos para que este momento acontecesse, para mostrar ao prefeito as ações do parque, os projetos e nossos planejamentos para o futuro. Surpreendeu-me a receptividade do prefeito e de sua equipe. Deu-me uma alegria maior para continuar e saber que a gente vai ter parceiros tão fortes como a Prefeitura nos próximos anos”, afirmou Alex Amaral.

Marco Antônio Lage abordou a necessidade de existir uma integração entre o parque e os projetos que serão desenvolvidos

pela Prefeitura. “Sabemos que existe um projeto de compensação da Vale para investimentos no parque. O Município tem que estar interessado em integrar-se neste projeto para a gente pensar um pouco maior, lá na frente. É claro que precisamos desenvolver e voltar com o projeto das escolas agrícolas e agropecuárias na região de Ipoema e Senhora do Carmo, mas também reconhecer o grande valor existente em nossa região que é a Mata do Limoeiro. Esse santuário ecológico precisa ter uma gestão a quatro mãos: o IEF cuidando do parque, como é de sua obrigação, e o Município de Itabira cuidando de um projeto muito mais amplo que é esse projeto ecológico, turístico, socioambiental e científico. Aqui se pode produzir muita ciência, inclusive na área da Medicina, envolvendo a fauna e a flora disponíveis”, concluiu.