Nutricionista indica dieta que seca rápido, aumenta fertilidade e deixa gravidez saudável

A infertilidade feminina, por definição, consiste na incapacidade de engravidar mesmo mantendo relações sexuais saudáveis por um período de 12 meses. No Brasil, a condição afeta cerca de 2...

84

mulher teste gravidez 0319 1400x800

A infertilidade feminina, por definição, consiste na incapacidade de engravidar mesmo mantendo relações sexuais saudáveis por um período de 12 meses. No Brasil, a condição afeta cerca de 2 milhões de mulheres – um número que está longe de ser insignificante.

De acordo com a nutricionista dos famosos Patricia Davidson, as causas da infertilidade feminina geralmente estão ligadas a patologias, alterações no sistema reprodutor feminino e/ou na ovulação, como endometriose e síndrome do ovário policístico (SOP): a primeira é uma condição autoimune, sem cura; a segunda é um distúrbio hormonal que pode ser controlado e até revertido.

utero anatomia mulher 1218 1400x800

Conforme explica a especialista, apesar de diferentes, ambas as condições alteram a fisiologia do sistema reprodutor, dos nossos hormônios e do nosso ciclo menstrual e uma das medidas mais básicas de controle dessas patologias é a alimentação, mais especificamente uma estratégia low carb.

Dieta low carb: como é?

dieta alimentos proteina

Como o próprio nome sugere, esta estratégia consiste no baixo consumo de carboidrato, dando maior espaço à ingestão de proteínas e gorduras.

O regime normalmente apresenta emagrecimento em pouco tempo já que, além de cortar alimentos calóricos, garante saciedade e ajuda a controlar o apetite. De maneira geral, é indicado o consumo de carnes, ovos, verduras, legumes, sementes, nozes, laticínios e fontes de gorduras boas, como azeite de oliva, óleo de coco, abacate, entre outros.

Consultar um nutricionista é fundamental para iniciar uma dieta low carb com segurança, afinal, os carboidratos devem ser reduzidos, mas não completamente cortados do cardápio para não provocar prejuízos à saúde.

Aumenta fertilidade

shutter2205 gravida

Foi publicada no jornal científico Nutrients uma revisão sobre os benefícios da dieta de baixo carboidrato à fertilidade feminina, reunindo todos os artigos científicos já publicados sobre o tema. Os autores chegaram a seis estudos analisados (a maioria com foco em mulheres com SOP, por ser uma das causas mais comuns do quadro), dos quais cinco mostraram resultados positivos da dieta nos hormônios da fertilidade.

Os pesquisadores concluíram que reduzir a carga de carboidratos pode reduzir os níveis de insulina no sangue, melhorar o desequilíbrio hormonal, retomar a ovulação e aumentar as chances de gravidez mais do que uma dieta tradicional.