Resoluções de Ano Novo que você vai, sim, conseguir colocar em prática

Com metas realistas e organização, 2019 será o seu ano, girl!   É difícil fugir da tentação de traçar metas para um novo ano que se inicia. Por...

156

Com metas realistas e organização, 2019 será o seu ano, girl!

 

Resoluções de Ano Novo

É difícil fugir da tentação de traçar metas para um novo ano que se inicia. Por mais que a rotina de trabalho e de estudos e a vida como um todo continuem as mesmas depois do feriado de 1º de janeiro, é da nossa natureza decidir que “em 2019 será diferente”, “em 2019 farei coisas novas”.

E isso é muito legal, desde que mantenhamos os pés no chão. “É necessário conhecer a si, entender como a própria vida funciona, perceber padrões, antes de colocar qualquer meta no papel”, observa a pedagoga Gabriela Sayago, coach e especialista em psicologia positiva e inteligência emocional. “Metas não importantes ou para agradar a outras pessoas não se sustentam, são difíceis de cumprir e impactam na autoconfiança e na autoestima”, continua.

As resoluções também precisam ser possíveis de serem realizadas, para evitar uma frustração principalmente nos últimos meses do ano seguinte. É o que explica a psicóloga clínica Andrezza Tonin:

“Quando chega dezembro, fazemos um balanço do que foram os últimos 11 meses, e as resoluções de ano novo surgem naturalmente. Se você colocou na lista que escalaria o Everest, mas não teve dinheiro nem para passar férias na cidade vizinha, a sensação de fracasso é enorme e pode ter consequências sérias na saúde mental. Antes de colocar algo como meta, analise se será possível física e financeiramente.”

Com a ajuda das especialistas, pensamos em baby steps, passinhos pequenos de bebê para você ter resoluções que conseguirá colocar em prática no ano que vem. Tudo simples e para evitar frustrações. Vamos lá!

Cuidar da saúde mental

Meditação, contato com a natureza, reservar momentos para descansar a cabeça e aderir à terapia são algumas das formas de cuidar da saúde mental. “Estar com as ideias em ordem faz toda a diferença até na produtividade. Principalmente se a pessoa percebe em si sintomas de ansiedade ou de depressão, deve procurar lidar com isso. Basta dar o primeiro passo”, afirma Andrezza.

Cuidar da saúde física

A cabeça está boa, mas o corpo nem tanto? Comece uma atividade física – pode ser academia, natação, pilates, yoga – e torne realidade o ditado “Mente sã em corpo são”. Aqui, o caminho é mais simples ainda: você só precisa agendar aulas experimentais e decidir qual modalidade tem mais a ver com seu perfil.

Fazer trabalhos manuais e/ou artesanais

Projetos DIY, via de regra, não exigem grandes investimentos de dinheiro ou de tempo; você deve providenciar um mínimo de materiais e aproveitar aquele período para descansar a cabeça, de que falamos no primeiro item, para executar os trabalhos. Aproveite tutoriais e arrase! Dependendo do que você decidir fazer, pode até tirar uma renda extra daí.

Cozinhar mais

A cozinha pode ser um de seus lugares favoritos da casa. Se você ainda for iniciante, lance mão de receitas simples; se já tiver alguma tarimba com fogão, liquidificador, batedeira e quetais, coloque seus dons à vista em jantares e refeições para amigos com mais frequência.

Encontrar mais as amigas

Na correria da vida e com a facilidade de nos mantermos atualizadas sobre as vidas das amigas por meio de Whatsapp e redes sociais, é cada vez mais comum deixar de lado o contato feito pessoalmente, as risadas cara a cara. Pois não deveríamos: esses encontros fazem bem para a saúde mental e nos ajudam a relaxar horrores. Parta do “Vamos marcar? Vamos mesmo?” para o “Então nos encontramos na quinta-feira, às 19h30, no bar ao lado de nossa ex-faculdade”.

Cuidar da beleza em casa

Nem sempre há disponibilidade de tempo ou de dinheiro para fazer limpezas de pele, unhas das mãos e dos pés, hidratação nos cabelos e outros cuidadinhos mais em salões de beleza ou spas. Pois então transforme sua casa em um salão e spa: pegue as receitas mais adequadas às suas características e reserve pelo menos uma vez por mês um dia para ser seu “dia de princesa”. O custo é baixo e você merece.